domingo, 8 de janeiro de 2017

OS CRISTÃOS DEVEM GUARDAR O SÁBADO?

Orlando Martins

Para que possamos entender o porquê não guardamos o sábado, vamos primeiramente compreender como vivia um judeu naquele tempo em que todos habitantes da Judéia guardavam não apenas o sábado, mas também se circuncidavam, liam a Tanach (Bíblia hebraica), guardavam as festas judaicas e não comiam certos de tipos de alimentos, como qualquer habitante comum que respeitava as leis exclusivas daquele tempo para o povo judeu, como Jesus que respeitava muito os costumes locais, a ponto de ter sido circuncidado por seus pais ao oitavo dia! Entretanto porque os guardadores do sábado atualmente não fazem o mesmo e não se circuncidam? Já que querem viver na Lei, estes devem se lembrar que guardar a lei não é apenas observar os dez mandamentos e que estes são apenas um resumo da lei mosaica. Veja o que Tiago disse: “qualquer que guardar toda a lei e tropeçar em um só ponto tornou-se culpado de todos” (2.10). Caro sabatista, ou você guarda toda a lei, ou você está tropeçando! A posição de Cristo Jesus sobre o sábado é clara, leia Mateus 12.1-14, ele nunca ensinou os seus discípulos a guardarem o sétimo dia, nunca foi um costume do mestre ou dos seus apóstolos. Por que Ele não fez isso, já que tal mandamento é tão importante? Ora, se fosse tão relevante o próprio Cristo teria destacado este mandamento você não acha! Ao ser questionado pelos religiosos, ele não fez a mínima questão de salientar que o tal mandamento é atemporal e aplicável à sua Igreja, ele preferiu responder como outra pergunta: “É lícito no sábado fazer bem ou fazer mal? Salvar a vida ou matar? E eles [os fariseus] calaram-se” (Mc 3.4).



Portanto, convém ressaltar que a lei e os profetas duraram até João Batista (Lc 16.16) e que o aludido profeta viveu no período neotestamentário, mas o seu ministério obedeceu aos parâmetros vigentes no Antigo Testamento, até porque João Batista foi considerado o ultimo profeta que seguia os parâmetros veterotestamentários. Com a manifestação de Jesus, o Verbo de Deus, além do ministério profético veterotestamentário, a lei mosaica deixou de vigorar, Cristo inaugurou um novo tempo o período da graça ou do Espírito, sendo que a graça e a verdade vieram por Jesus Cristo (Jo 1.17; Rm 10.4). Meditemos em Gálatas e tenhamos cuidado com o “outro evangelho” (1.6-12).Caro leitor, quando lemos a Bíblia com cuidado, logo acabamos por interpreta-la com equidade e seriedade e assim não somos influenciados por nenhum ensinamento estranho a fé cristã, até porque, estamos no novo concerto, na nova aliança e nossa salvação não se encontra condicionada com a guarda de um dia, mas com a santidade sem a qual ninguém verá a Deus!

Um comentário:

  1. Mais no novo testamento não fala mais sobre o dízimo então quer dizer que não devo mais devolver os 10%?
    Eo primeiro e segundo dos dez MANDAMENTOS que diz.
    Não terás outros deuses diante de mim.não farás para ti imagem de escultura,nem alguma semelhança do que há em cima do céu,nem nas águas debaixo da terra.(Êxodo 20,3-4).
    Isso não vale mais de nada.Você quer dizer que agora é permitido adorar deuses.E o versículo que diz:"aquele que diz:eu o conheço e não guarda os seus MANDAMENTOS é mentiroso,e nele não está a verdade."(1João 2,4).

    ResponderExcluir

UM PENSAR SOBRE A VOLTA DE JESUS!

Vivemos os últimos tempos e cada vez mais os sinais do arrebatamento são claros, fazendo com que cada cristão reflita o seu papel na soci...