sexta-feira, 31 de março de 2017

QUAL A DIFERENÇA ENTRE OS PROFETAS MAIORES E OS MENORES NO ANTIGO TESTAMENTO?

Orlando Martins 


             Esta divisão entre maiores e menores foi estabelecida por Santo Agostinho em virtude do volume do material escrito, pois os livros dos profetas maiores são assim chamados por serem volumosos. Este conjunto é composto de cinco livros, já os profetas menores são doze e são assim chamados por serem livros pequenos. 





Cada um destes profetas apresenta mensagens que trouxeram a revelação do conhecimento e da vontade de Deus. Ao contrário de que muitos julgam a profecia não é necessariamente uma previsão de assuntos futuros, mas de acordo com o original hebraico a missão de um profeta é dizer e falar, pois no contexto de vida da velha aliança a responsabilidade dos profetas não era principalmente prever o futuro no sentido moderno da palavra profetizar, mais anunciar a vontade de Deus que ele transmitia através da inspiração divina. O  ermo profeta vem do hebraico nabi que origina-se do verbo dabar que, por conseguinte significa dizer e falar. Ou seja, um profeta não necessariamente era um  visionário, mas um baluarte contra o erro, ou seja, um profeta da justiça àquele que denunciava o erro levando o povo ao arrependimento por meio da verdade. Um nome hebraico que frequentemente se aplicava aos profetas era “homem de Deus”. 

Um comentário:

O CRISTIANISMO DA IGREJA PRIMITIVA E A ANÁLISE EXEGÉTICA DE ATOS 2:42

Por Orlando Martins  A comunidade nascente no dia de Pentecostes é um modelo de Igreja que vivia dentro da unidade do Espírito : Esta ...