domingo, 13 de setembro de 2015

SERIE - DISTORÇÕES DE NOSSO TEMPO - QUEBRA DE MALDIÇÃO HEREDITÁRIA!


Em cada época há uma nova “moda”, tanto nos usos e costumes como nas realidades espirituais. Nos tempos da Igreja primitiva apareceram os gnósticos e os judaizantes, que por um longo período de tempo geraram muitos problemas no seio da igreja do primeiro século, sendo que com o passar do tempo esses grupos desapareceram, mas, contudo surgiram outros iguais ou piores. Atualmente entre as promoções mais famigeradas da época em que vivemos, a mais propalada e praticada é a quebra de maldição hereditária que se resume a uma muleta que os cristãos justificam quando alguma tribulação ou provação se faz presente em suas vidas. Conquanto que quando as relações entre marido e mulher não vão bem, maldição precisa ser quebrada, os negócios não vão bem, maldição precisa ser quebrada, falta de dinheiro na família, maldição precisa ser quebrada, enfim tudo é maldição que precisa ser quebrada, mas daí surge uma pergunta, aonde esta o poder da cruz de Cristo na vida de muitos?

 Hoje alguns acreditam que um cristão possa estar debaixo de uma maldição e por isso precisa quebrar essa maldição hereditária que o persegue a anos, desde que ele nasceu, pois foi herdada de seus pais. Assim Todavia a Bíblia não apóia essa idéia: “ A alma que pecar essa morrerá, o filho não levará a maldade do pai, nem o pai a maldade do filho” – Ez 18:20.

 Ninguém pode amaldiçoar aquilo que Deus abençoou: Quando Balaque, rei de Moabe estava em guerra com Israel, ele contratou o vidente Balaão para amaldiçoar ao povo hebreu. No entanto esse nas suas idas e vindas com Deus, tentou amaldiçoar Israel, mas todas às vezes Deus não o permitiu: “Pois contra Jacó não vale encantamento, nem adivinhação contra Israel…” - Números 23:23. Sendo que ninguém pode amaldiçoar aquilo que Deus santificou. Quando uma pessoa aceita a Jesus e tem os seus pecados perdoados, não importa o seu passado e sim que a partir daquele momento ele é marcado pela proteção divina, e nenhuma maldição do passado, ou hereditária tem poder sobre a sua vida, pois ele se tornou filho de Deus, e qual o pai que não vai proteger os seus filhos? : “ pode uma mulher esquecer-se de seu filho de peito, de maneira que não se compadeça do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse, eu, todavia, não me esquecerei de ti” – Is 49:15. Quem esta em Cristo esta protegido pelo sangue de Jesus. "Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus seu Filho nos purifica de todo pecado". - 1 João 1:7. Cristo riscou a cédula que era contra nós, cravando-a na cruz (Cl 2:14) e que nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus (Rm 8:1). Não olhe para o seu passado, pois quem esta em Cristo nova criatura é, as coisas velhas já se passaram e eis que tudo se fez novo (II Co 5:17). Em Cristo, somos livres de todo o tipo de maldição hereditária, sendo que a responsabilidade da salvação é individual, devendo cada cristão buscar desenvolver o fruto do Espírito que são expressões do caráter de Cristo em nossas vidas.

 Pr. Orlando Martins
 teólogo, jornalista, escritor, especialista em educação e mestrando em Teologia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O CRISTIANISMO DA IGREJA PRIMITIVA E A ANÁLISE EXEGÉTICA DE ATOS 2:42

Por Orlando Martins  A comunidade nascente no dia de Pentecostes é um modelo de Igreja que vivia dentro da unidade do Espírito : Esta ...