quarta-feira, 5 de abril de 2017

A PROSPERIDADE BÍBLICA versus a TEOLOGIA DA PROSPERIDADE.

Orlando Martins
 
 
Nos últimos anos temos observado um certo desequilíbrio na intenção do coração de muitos quando o assunto é prosperidade, até porque, este é um assunto altamente bíblico, no entanto muito difícil, e que na maioria das vezes, é interpretado de modo radical, causando assim prejuízos ao corpo de Cristo. Dentro da perspectiva da sociedade atual, o “ter” tem sido mais valorizado do que o “ser”, e assim a sociedade vai perdendo sua essência num mundo cada vez mais globalizado e dominado pelo sentimento capitalista, que galopantemente permeia a vida das pessoas. Prosperar é uma benção e é bíblico, porém, o erro se encontra quando alguns colocam o seu coração no materialismo (ter) e se esquecem do caráter (ser), e é exatamente a isso denominado a crise do ser e do ter.
Prosperidade é um assunto bíblico, e Deus realmente prospera, basta analisarmos o Salmo 104, onde compreendemos o cuidado do SENHOR, em cada detalhe de nossas vidas, pois ele nos prospera, pois tem cuidado de nós com muito carinho, como bem relatou o salmista: “Ele rega os montes desde as suas câmaras; a terra farta-se do fruto das suas obras. Faz crescer a erva para o gado, e a verdura para o serviço do homem, para fazer sair da terra o pão, E o vinho que alegra o coração do homem, e o azeite que faz reluzir o seu rosto, e o pão que fortalece o coração do homem. ” - Salmos 104:13-15
Entretanto, muitos por não compreenderem o cuidado do Senhor, pensam em prosperidade como algo apenas material o que gera inversão de valores e prioridades equivocadas, gerando crentes consumistas, que se esquecem que o evangelho nos ensina a compartilhar e não apenas a conquistar. Infelizmente, o movimento que ficou conhecido no Brasil como Teologia da Prosperidade e que tem causado inversão de valores no coração de muitos cristãos, como bem define o teólogo Natanael Rinaldi: “Teologia da Prosperidade é o título pelo qual se identifica o ensino segundo o qual o cristão autêntico é conhecido por possuir ótima saúde física e boa situação financeira. Cristão que vive choramingando com doenças e problemas financeiro é porque não está bem espiritualmente: ou está em pecado ou não tem fé. Crente não deve ser pobre e nem doente. Pobreza e doença são as marcadas de pessoas dominadas pelo diabo”. Certo pastor, proponente da Teologia da prosperidade afirmou certa feita que “Pobreza é uma maldição e não uma bênção”.
 
 
 
Este tipo de pensamento nos revela que, o problema não é a prosperidade bíblica, tampouco o ensino sério sobre este tema, mas, os ensinos exagerados da Teologia da Prosperidade, que leva aos extremos da fé, pois ensina muitos cristãos a barganhar com Deus. Entretanto, devemos buscar compreender este tema, pois de fato é bíblico e atual, no entanto, não devemos buscar a Teologia da prosperidade, mas, a prosperidade ensinada pela palavra, pois creio que devemos evitar os extremos da fé e buscar uma fé equilibrada e madura, e que gera espiritualidade, pois é fruto de um princípio bíblico e centrado na busca de Deus: "Buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e as demais coisas vos serão acrescentadas" - Mt 6:33. Devemos buscar o Reino de Deus de forma plena e total, sem reservas, adorando-o de todo o coração. Você tem agido assim? Tem buscado o SENHOR, ou apenas os seus benefícios, qual a sua motivação? Na passagem do jovem rico, o problema deste não era a sua riqueza, mas a intensão do seu coração! Este jovem não possuía o dinheiro, mas o dinheiro o possuía e é neste ponto que mora o perigo, pois onde está o nosso tesouro, aí está o nosso coração.
Infelizmente muitos veem para a Igreja, interessados em receber apenas benefícios financeiros, já outros criticam quem busca prosperar, pois acreditam que o cristão deve ser o mais simples possível. Diferentemente do que os pregadores da Teologia da Prosperidade ou os da Teologia da miséria afirmam, DEUS nos chamou para uma vida de dignidade, pois prosperidade é ter o SENHOR na vida, pois ele sim é o nosso tesouro, o nosso socorro bem presente, o nosso SENHOR, o nosso redentor, a nossa PROSPERIDADE! Quando buscamos o SENHOR de todo o coração, ele derrama as bênçãos dele sobre as nossas vidas! O Senhor deseja nos prosperar, e isso também engloba a área financeira, mas antes disso, Ele deseja a nossa adoração, pois ao adorá-Lo, vivemos para a sua glória, e confiamos não no evangelho da autoajuda, mas na autoajuda do evangelho.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

UM PENSAR SOBRE A VOLTA DE JESUS!

Vivemos os últimos tempos e cada vez mais os sinais do arrebatamento são claros, fazendo com que cada cristão reflita o seu papel na soci...